News

Celulite

Celulite é o termo utilizado para descrever a aparência ondulada e irregular da pele, similar à casca de laranja ou queijo tipo cottage. Constitui alteração no tecido gorduroso e na circulação da área afetada (redução do fluxo sanguíneo e da drenagem linfática).

Praticamente, nenhuma mulher está imune aos temíveis furinhos: de 85% a 98% possuem celulite. Os principais fatores envolvidos no seu surgimento são: genéticos, hormonais, sedentarismo, alimentação rica em gordura, sal e açúcar, baixa ingestão de líquidos, tabagismo e alterações circulatórias.

Classificação

Grau 0: sem alterações da superfície da pele

Grau I: a superfície da região é lisa quando a paciente está deitada ou em pé. As alterações são vistas quando se pinça a área com os dedos ou sob contração muscular; ou seja, os furinhos só se tornam visíveis quando a pele é apertada

Grau II: aspecto de casca de laranja evidente sem nenhuma manipulação (pinçamento ou contração muscular)

Grau III: mesmos sintomas do grau II, associados a áreas em relevo (elevadas) e deprimidas e nodulações

OBS.:  A classificação tradicional (proposta por Nürenberger e Müller em 1978) vai apenas até o Grau III. Alguns ainda consideram o grau IV, com nódulos grandes e endurecidos, ondulações muito aparentes e pernas pesadas e cansadas.

Tratamentos de acordo com o grau

Independentemente do grau, sempre orientamos em relação à necessidade de uma dieta equilibrada e, quando necessário, uma consulta com nutricionista, além do consumo de pelo menos dois litros de água por dia. Outro item fundamental é a prática de exercícios físicos: aeróbicos associados à musculação (fortalecimento muscular + queima de gordura na região afetada).

A drenagem linfática pode ser combinada com todos os tratamentos, e tem indicação em todos os graus. Deve ser realizada de 2 a 3 vezes/semana, em dias intercalados.

Antes da indicação do melhor tratamento, é importante avaliar se há flacidez associada, quantidade e profundidade de depressões e elevações.

Leia mais »

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *