News

Peelings

Os peelings promovem a esfoliação progressiva da pele, com o objetivo de remover as células mortas, clarear manchas, atenuar rugas e cicatrizes, deixando a pele mais fina e macia. Podem ser realizados na face e em regiões corporais, e se classificam em mecânico (cristal) e químico. O peeling de cristal promove homogeneidade à superfície da pele, combatendo as texturas ásperas e irregulares, sendo indicado também para cicatrizes pós-acnes, manchas, fechamento de poros e estrias, entre outras indicações.

O procedimento químico pode ser superficial, médio ou profundo, sendo indicado para tratamento de acne, cicatrizes, estrias, manchas, melasma, melanoses solares e rejuvenescimento facial. Os peelings podem ser associados entre eles e também a outros tipos de tratamentos, como lasers e radiofrequencia, por exemplo.

Para se submeter ao peeling, especialmente ao químico, a paciente precisa fazer uso regular do filtro solar, não devendo, de maneira nenhuma, estar bronzeada. Além disso, antes do procedimento, o dermatologista prescreverá um tratamento para ser feito em casa, por um período aproximado de 4 semanas. É um “preparo” da pele para a sessão de peeling que, dessa forma, funcionará de maneira mais homogênea e eficaz, além de apresentar menos risco de provocar irritações. As sessões dos peelings de cristal, mais superficial, podem ser realizadas com intervalos médios de 15 dias a 1mês. Nos procedimentos mais profundos, esse prazo precisa ser bem maior.

Leia mais »

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *